Citroën Notre Dame

Citroën Confiance

Citroën Advisor

Citroën

produção em verde e amarelo

Instalações no BrasilPresente no país desde 1991 com a importação independente de veículos como o XM, Xantia e Xsara, a Citroën inaugurou, em agosto de 2000, no Rio de Janeiro, o complexo industrial de Porto Real, trazendo o mais alto padrão de sofisticação, acabamento, durabilidade, confiabilidade, conforto, desempenho e segurança.
O primeiro veículo a inaugurar a linha de montagem foi o Xsara Picasso. Em 2003, o C3 também passou a ser fabricado no Brasil e, atualmente, a fábrica também produz motores e veículos Flex para exportação para o Mercosul e Europa.

O paque industrial de Porto Real, com capacidade inicial para produzir até 100 mil veículos por ano, gerando mais de 2.500 empregos, envolveu um investimento de aproximadamente um bilhão de dólares, o que tornou a região um importante pólo automotivo.
Em dezembro de 2007, o Grupo PSA anunciou investimento de R$110 milhões para produção de uma nova família de veículos. Este é o início de um projeto de U$500 milhões a serem investidos na América Latina e divididos com a unidade Argentina.

Com o crescimento acelerado da Citroën no Brasil, em 2007, a fábrica passou a operar em três turnos aumentando o quadro de funcionários em 28%, somando 3.170 funcionários no total. A meta almejada é a produção de 27 unidades/hora, consequência da contínua busca de melhorias nos métodos de manufatura e investimento na capacitação dos funcionários. Outra conseqüência direta desse crescimento é a ampliação do volume de produção de motores da fábrica que foi de 518 para 620 motores por dia.

xsara picasso

Produção no BrasilPrecursor da marca no Brasil, o Xsara Picasso inaugurou as linhas de montagem do complexo de Porto Real. Seu lançamento nacional foi paralelo ao lançamento mundial, resultando em uma revolução na forma de comercialização da Citroën no Brasil e no reconhecimento da empresa entre as maiores montadoras do país.

Sucesso de vendas, dois anos mais tarde, foi lançada a edição especial com DVD, sendo o primeiro veículo nacional a possuir esse sistema de série, sem atrapalhar o motorista, graças aos três pares de fones de ouvido individuais para os passageiros. Além disso, tal item não interferia no sistema de som do rádio, permitindo que o motorista e o passageiro dianteiro ouvissem música ao mesmo tempo em que os ocupantes traseiros usufruíam do sistema de DVD.

Em 2006, com o início da Copa do Mundo, foi lançada a versão especial com apenas 4.000 unidades, era o Xsara Picasso Seleção. O modelo oferecia ampla lista de equipamentos de série: rodas em liga leve, rádio CD Player com comando no volante, bancos com revestimento em couro e DVD de teto com entradas auxiliares para áudio e vídeo, e podia ser identificado através dos logos seleção, aplicados harmoniosamente nas portas do veículo.

citroën c3

No início de 2003, a fábrica brasileira foi preparada para receber a linha C3. Com o alto investimento, o modelo logo se destacou de seus concorrentes. Em 2006, uma edição especial chamada de C3 Musique possuía seis auto-falantes, subwoofer de 10 polegadas instalado sob o banco do passageiro, CD player com controle remoto e iPod. Pela primeira vez um carro fabricado no Brasil oferece som de fábrica integrado a um iPod.